Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste

sexta-feira, 1 de julho de 2016

LUNDA SUL: FUNCIONÁRIOS DO HOSPITAL GERAL ACUSADOS DE DESVIAREM MEDICAMENTOS

O desvio de material gastável e de medicamente, por parte dos funcionários do Hospital Geral da Lunda Sul, está a preocupar a direcção da referida instituição, que promete criar mecanismos para combater tal prática.


Esta preocupação foi manifestada hoje, terça-feira, pela directora da referida unidade sanitária, Hortência Miguel, que falava à Angop, a propósito do actual funcionamento e dificuldades do maior hospital da região.
Segundo a responsável, para minimizar a esta situação, a direcção do hospital viu-se obrigado a gizar um plano de fornecer medicação exacta para cada turno, evitando deixar quantidades expostas que facilitam os desvios dos matérias e fármacos.
‘’Já tomamos medidas de maior vigilância, a partir da próxima semana, vamos revistar na saída todos os trabalhadores, para desencorajar esta prática, que tem causado transtornos na assistência dos pacientes’’ lamentou.
Hortência Miguel fez saber que para além da actual conjuntura financeira que o país está a viver, o desvio de medicamentos praticados pelos funcionários, tem provocado rotura no stok da unidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário